Jorginho Mello apresenta projeto de lei que proíbe linguagem neutra em materiais didáticos

Texto prevê multa de R$ 5 mil para instituições que descumprirem a lei

O senador catarinense Jorginho Mello (PL/SC) apresentou nesta terça-feira (03), nas comissões do Senado Federal, o (PL 2648/2021), um projeto de lei que proíbe o uso da linguem neutra em materiais didáticos usados em escolas públicas ou privadas de todo o país.


Jorginho afirma que é preciso manter o ensino da norma da língua portuguesa. Além disso, a justificativa do projeto de lei aponta a proibição da imposição de expressões que reflitam diferentes preferências e comportamentos sexuais.


- Se não fizermos nada, eles começarão pelo jeito de falar e de agir, e daqui a pouco, falar do jeito correto passará a ser o errado e isso ameaça o direito à liberdade das nossas famílias, das crianças e de toda sociedade – afirmou o senador catarinense.


O texto apresentado no senado ainda prevê multa de R$ 5 mil para as instituições que descumprirem a lei, caso ela seja sancionada. O dinheiro deverá ser revertido para o ministério da educação para serem investidos na educação pública.

4 visualizações0 comentário